quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

El cuerpo cae desmayado en la arena de la noche

.
.
A madrugada é prenhe de ti nesta ausência
revolvo o corpo nesta praia de jejum
há guerras e incêndios nos olhares em redor
quando convulso a respiração em teu choro
e mordo as últimas letras do teu nome

Fernando Dinis
in Poema - Antologia de Poesia Portuguesa Actual

.

2 comentários:

PÔESIA DO MUNDO disse...

Flor:

Amiga!

Sabe adoro vir aqui me sinto em casa:

Suas escolhas encantam!

Agradeço seu carinho e Amizade

Abraço Carinhoso


Antònìo Manuel

Xanele disse...

Passando p te desejar um ótimo fim de semana, adoro esse cantinho.
beijo Xan

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails