terça-feira, 28 de setembro de 2010

Escuna



Doce roteiro
Aquele em que navego
Tripulante
Da escuna leve de teu corpo

A me envolver na espuma
Flutuante
Ondulante
De um prazer sem fim.

Antonio José Giacomazzi


Um comentário:

Juci Barros disse...

Bem gostosinho.
Beijos.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails