domingo, 24 de outubro de 2010

Na ribeira


Reclining Nude, Black & white

Na tarde ando sozinha
pelo caminho do rio, para ver meu amor,
e sigo sem nenhum pudor
ao prazer dos meus pés descalços.
Com perfume de açucenas,
deixo o sol beijar minha pele morena
e em fogo vou a cantar
uma canção de fêmea...

E assim, perfumada e quente,
chego pela mesma ladeira,
e para ele na ribeira,
livro meu corpo de censuras.
E sem descansar do passeio,
com o vento frio a beijar meus seios,
fito seu rosto sentindo
nas mornas águas os céus descendo...

Rosa Clement


2 comentários:

Tatiana disse...

Que lindo!
Que a sua semana seja rica em momentos de muita felicidade.
Beijos com o meu carinho

Elcio disse...

Ah! O poder das palavras nas imagens mentais criadas! Some-se aa poesia do B&P e seus contrastes.
Sensacional.

Boa semana.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails